Pesquisa personalizada

E Book - O Empreendedorismo na Escola

Postagens Populares:

Pesquisa personalizada
,center/>

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Como estimular e aumentar a criatividade

Todos os dias é necessário ser criativo para lidar com diversas situações: quando falta dinheiro muitas pessoas investem em novas formas para sair do "sufoco", quando se está entediado é normal inventar mil coisas para fazer, quando a dispensa está vazia você cria um prato novo com aquilo que tem, quando quer agradar alguém - de forma inusitada - pensa em diversas opções para alcançar o objetivo.


Percebe como a criatividade faz parte das nossas vidas?! Não se considera criativo? Tudo bem. Esta "habilidade" pode aumentar com o uso. Isso mesmo, reservar alguns minutinhos do seu dia para exercitar a criativade já é o bastante para estimulá-la.
Para ajudarmos a entender melhor, o Yahoo conversou com a Gisela Kassoy, especialista em Criatividade e Inovação. Confira a seguir:
  • A criatividade realmente pode ser estimulada?
A criatividade pode ser estimulada e as formas de se tornar mais criativo podem inclusive ser aprendidas. Imagine a criatividade como uma competência, tal qual saber dançar: Todos nascem com um potencial, uns mais, outros menos. Existe também a técnica. Na dança, há posturas, passos e movimentos específicos. Para criar existem vários instrumentos que podem ser aprendidos, tanto para geração como para avaliação e seleção de ideias. Finalmente, há o ambiente, é difícil dançar sem uma boa música, num espaço exíguo e com pessoas olhando e criticando. Da mesma forma, o espaço físico, a demanda e principalmente a atitude das pessoas em nossa volta podem ou não estimular a criatividade.
  • Quais são os benefícios de ser criativo?
Além de ter mais ideias, pessoas criativas são mais flexíveis, têm mais facilidade em aceitar ideias alheias e lidar com mudanças. Ou seja, estão mais capacitadas a lidar com um mundo onde inovar é obrigatório, onde as mudanças são contínuas e onde há muitos problemas a serem resolvidos.
  • Como as empresas valorizam a criatividade atualmente?
As empresas valorizam essa competência cada vez mais, e estão preocupadas em desenvolver testes para avaliar o potencial de candidatos, fornecem seminários sobre o tema e estão flexibilizando as estruturas hierarquizadas para facilitar o aproveitamento das ideias de todos os colaboradores. Outra característica do cenário atual é que a geração de ideias e a realização de inovações são vistas como processos "colaborativos", nos quais as ideias são construídas coletivamente.
  • Quais são as características de pessoas muito criativas?
Se usarmos o conceito do pesquisador inglês Michael Kirton, podemos dividir a criatividade em dois tipos: a adaptadora (das pequenas coisas dentro da conformidade) e a inovadora (das grandes ideias que quebram paradigmas e trazem mudanças efetivas).
Assim, há as que usam a criatividade para se adaptar ao mundo e tendem a gerar inovações incrementais e há as que mudam o mundo, que tendem a gerar inovações radicais.
Encontramos pessoas altamente criativas dos dois tipos, mas suas características são bem diferentes. Aqueles que chamamos de gênio, com comportamentos realmente diferenciados estão mais próximas da criatividade que Kirton chamou de inovadora, mas há pessoas com essas características que não são realmente geniais, assim como há pessoas sem nenhuma característica específica que são altamente criativas.
  • Quais as atitudes que sabotam a criatividade?
A pior é a censura. Existem até listas de frases assassinas, como por exemplo, "isso não vai dar certo", que comprovadamente interrompem o processo criativo. Não que não deva haver julgamento, ele deve existir sim, mas depois que muitas ideias tenham fluído livremente.
A rotina também atrapalha a fluidez criativa, ela faz com que o cérebro congele, sempre com as mesmas percepções e ideias. Por isso é tão importante sair da rotina.
Exercícios para estimular a criatividade
Gisela apresentou três dicas de exercícios, que podem ser realizados diariamente a fim de estimular a criatividade:
  1. Fazer alguma coisa de forma diferente, inclusive algum hábito que envolva uma ação, como escovar os dentes com a mão que não costuma usar.
  2. Outro exercício é forçar a mente a gerar pelo menos três alternativas para qualquer tipo de solução.
  3. Associar palavras, ações ou fatos que aparentemente não tem nada a ver um com o outro visando criar algo novo, como por exemplo, combinar "sofá com garrafa" e criar um sofá que já venha com um apoio onde um copo ou garrafa podem ser acomodados.
Conforme o trabalho que é desenvolvido pelo site "Oficina Criativa", as atividades como pintar e desenhar, mesmo que sejam habituais elas sempre vão exigir concentração e um "fluir de ideias", sendo, portanto, um ótimo exemplo de exercício que estimula essa competência.
Atualmente, como exemplo do quanto à criatividade traz grandes oportunidades, são as companhias Startups - empreendimento voltado para pesquisa, investigação e desenvolvimento de ideias inovadoras -, as Crowdsourcing - modelo de produção que utiliza a inteligência e os conhecimentos coletivos e voluntários para resolver problemas, criar conteúdo e soluções.
Sendo assim a criatividade é passível de ser melhorada a cada dia, e ao nosso favor, seja para resolução de problemas simples ou para a geração de grandes ideias.[Fonte: Yahoo]

Nenhum comentário:

Pesquisa Personalizada Google
,center/>